CENSO ESCOLAR REVELA AUMENTO DE MATRÍCULAS DE ESTUDANTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS

O Censo Escolar 2018, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), revelou um aumento de 33,2% no número de matrículas dos estudantes com necessidades especiais no período entre 2014 a 2018.

Matrículas de estudantes com necessidades especiais teve aumento de 11,1%, na educação infantil.

De acordo com o levantamento do Censo, são 1,2 milhão de alunos com deficiência, altas habilidades e transtornos globais do desenvolvimento. Em 2014, o número chegava a 886.815. Só entre 2017 e 2018, as matrículas aumentaram aproximadamente 10,8%. Do total de alunos 51,8% estavam na rede particular.

De acordo com as normas educacionais emitidas pelos Sistemas de ensino no país, a educação especial e inclusiva exige, além do ensino, uma infraestrutura adequada para atender as necessidades dos estudantes e, com base nesta assertiva, o Ministério Público, em especial do estado do Rio de Janeiro, vem realizando, em face de denúncias, uma série de fiscalizações para verificar como as escolas, em especial as particulares, estão trabalhando, bem como suas instalações

A qualidade do ensino prestado aos estudantes de necessidades especiais também envolve a qualificação dos educadores e, assim, as escolas devem contratar profissionais que estejam preparados para receber os alunos e auxiliar no seu processo de aprendizagem com estratégicas e metodologias de ensino adequadas ao ensino especial.

A questão Atendimento Educacional Especializado será tratada no evento Sistema de Matrícula 2020, que será realizado no dia 22 de agosto próximo no Auditório do Barralife, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, pelo Dr. Ricardo Furtado, especialista em Direito Educacional.

Consulte parecer sobre o tema:

INCLUSÃO: HISTÓRICO, CURRÍCULO, AVALIAÇÕES E CERTIFICADO DE CONCLUSÃO COM TERMINALIDADE ESPECÍFICA

Segundo o Dr. Ricardo Furtado, o tema será tratado com base nos laudos da fiscalização do Ministério Público do Rio de Janeiro, realizados com o auxílio da inspeção escolar. Assim, o evento trará, dentre outros, um caso concreto, visando elucidar dúvidas e interpretações equivocadas descritas no laudo.

Para obter maiores informações sobre o evento, os interessados poderão acessar a páginado Instituto Brasileiro de Estudos em Educação, ibee.com.br, responsável pela promoção do evento.

Elaborado por: Aisllan Oliveira

Fonte: ibee.com.br